Heidfeld e Buemi celebram os pontos em Mônaco. Já o resto...

Equipes pequenas ficam pequenas em pontuar, enquanto os que abandonaram procuraram justificativas para os problemas

 

Nick Heidfeld, Renault, oitavo: "Estou contente em ver que Vitaly está bem. Quase acertei uma Force India no começo e, depois que o safety car saiu, parei nos boxes mas consegui, e isso me ajudou. Foi um fim de semana difícil mas somar quatro pontos é bom, levando em conta a posição de largada."
 
Sebastien Buemi, Toro Rosso, décimo: "Larguei em 16° e terminei em décimo após uma corrida difícil, mas tenho de admitir que não estava certo sobre pneus e estratégia, o que ficou mais complicado com o safety car e a bandeira vermelha. Sair da corrida mais difícil do ano com pontos é prazeroso."
 
Paul di Resta, Force India, 12°: "A estratégia parecia estar indo bem. Mas, para funcionar, precisava passar Alguersuari, então tentei fazer isso, mas rolou um toque. Tenho de admitir que fui muito ambicioso. É uma pena, pois poderia ter somado pontos."
 
Jarno Trulli, Lotus, 13°: "Foi um ótimo resultado para a equipe, o melhor do ano e estamos contentes. Tive outra ótima largada _podia ter largadas assim no passado, pois venceria várias provas desse jeito. O safety car acabou com a estrategia e definiu o resto da corrida."
 
Heikki Kovalainen, Lotus, 14°: "Foi uma aventura. Perdi uma posição na largada e isso foi o fim da corrida. O primeiro stint foi difícil e não achava o ritmo no segundo, tendo de deixar os outros passar. Mas foi um bom fim de semana no geral."
 
Jerome D'Ambrosio, Virgin, 15°: "Foi uma corrida muito boa para mim, que foi apenas voltada para a economia dos pneus.  Decidimos no meio da corrida fazer uma só parada. Quando Heidfeld me passou peguei sujeira e as Lotus me passaram. Mas foi uma grande corrida."
 
Vitantonio Liuzzi, Hispania, 16°: "Foi uma boa corrida. Tive um problema com a direção hidráulica desde a primeira prova, então foi complicado. O resultado é bom para motivar a equipe, pois era importantíssimo terminar a corrida."
 
Narain Karthikeyan, Hispania, 17°: "Fiz uma boa largada enquanto tentava manter o carro. Estava bem no primeiro setor, mas perdi uma volta com o safety car. Mas completei a corrida inteira. Saímos daqui com coisas positivas e sentindo que progredimos."
 
Jaime Alguersuari, Toro Rosso, abandono: "Foi muito difícil, ou praticamente impossível, ultrapassar. Em relação ao acidente, estava passando Heidfeld. Acho que Sutil teve um problema com o pneu traseiro e Hamilton freou muito forte. Fiz o mesmo, mas era tarde. Não consegui parar e acertei seu carro. É decepcionante."
 
Timo Glock, Virgin, abandono: "Estava com uma boa corrida até o problema com a suspensão traseira. Por sorte, a quebra aconteceu em uma parte lenta da pista. Tivemos uma boa classificação e uma chance de terminar a prova, mas não foi o caso."
 

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP de Monaco
Tipo de artigo Últimas notícias