Horner agradece ajuda de Schumacher a Vettel no GP do Brasil

Alemão deixou o compatriota passar nas voltas finais do GP do Brasil: "Foi como se estivesse passando o bastão"

O chefe da equipe Red Bull, Christian Horner, aplaudiu o gesto de Michael Schumacher, que facilitou a ultrapassagem de Sebastian Vettel durante as voltas finais do GP do Brasil. “Michael lhe deu graciosamente a sexta posição, que era o bastante para ele conquistar o terceiro título seguido. Ele é conhecido por ser um rival duro. Acho que seu gesto para Sebastian foi quase como passar o bastão”.

O dirigente acredita que a Ferrari não deve ter gostado muito. “Tenho certeza de que isso não foi muito bem recebido em sua antiga casa, mas achei que foi magnânimo de Michael sair do caminho para ajudar seu compatriota”.

Horner lembra que, como o sétimo lugar também era suficiente, a equipe cogitou pedir que Vettel não lutasse contra Schumacher. “Seria uma briga muito dura. Não tínhamos certeza se diríamos a ele para não ir para cima porque ele não precisava”.

Schumacher, por outro lado, disse que a manobra fez com que ambos não tivessem sua corrida atrapalhada por uma eventual disputa. “Ele estava muito mais rápido e não havia porque lutar com ele. Foi por isso que saí da frente e o deixei passar. Estou orgulhoso dele. É um grande amigo meu”.

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP do Brasil
Pilotos Michael Schumacher , Sebastian Vettel
Tipo de artigo Últimas notícias