Horner aponta o frio como fator importante na vitória da McLaren

Chefe da Red Bull admite que derrota foi um "aviso", mas diz que caldeirão húngaro poderá mudar a relação de forças

Christian Horner diz que temporada

O chefe da Red Bull, Christian Horner, admitiu que a falta de performance da equipe em relação a McLaren e Ferrari no GP da Alemanha é um “aviso”, mas apontou o frio incomum durante o final de semana como uma das razões para isso.

O inglês destacou que sua equipe tem obtido resultados consistentes desde o início do ano.

“Conseguimos ser competitivos em vários tipos diferentes de circuito. Tivemos poles em todos os GPs neste ano, ganhamos seis de 10 e chegamos ao pódio em todas as corridas, então está longe de ser um desastre. Mas é claro que esta corrida é um aviso de que não podemos bobear, e nenhum membro da equipe está vacilando no momento. Todos estão trabalhando duro.”

Para Horner, os Pirelli são parte fundamental do rendimento dos carros neste ano, o que explicaria a diferença de uma pista para a outra.

“Acho que a chave da performance é entender os pneus e tirar o máximo deles, e a Red Bull foi muito consistente nas dez corridas, enquanto os demais tiveram altos e baixos.”

O chefe da equipe lembrou que o GP da Alemanha foi disputado sob muito frio e que, com a temperatura um pouco mais alta em Silverstone, a McLaren não conseguiu fazer seus pneus durarem no mesmo nível dos rivais.

“Você está sempre aprendendo e vimos condições climáticas muito diferentes aqui. Estava provavelmente mais frio do que na pré-temporada e vimos a McLaren com muitos problemas nos pneus duas semanas atrás. No próximo GP, teremos uns 20ºC a mais.”

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias