Horner: "Quarto foi o máximo que pudemos obter"

Declaração incomum vem após um fim de semana igualmente diferente, com apenas um carro recebendo bandeirada em Abu Dhabi

Mark Webber é observado por Christian Horner

Ao contrário do que aconteceu 11 vezes nesta temporada, a Red Bull não saiu sorrindo de Abu Dhabi. Pelo contrário.

O time austríaco registrou o primeiro abandono do ano de um de seus carros, com Sebastian Vettel, e teve uma corrida difícil com Mark Webber, obrigado a mudar de estratégia de repente.
 
"Foi uma corrida muito frustrante. Uma pena termos abandonado a primeira prova do ano por conta de um pneu. Parabéns a Lewis, que andou muito bem, hoje", lamentou o chefe da equipe, Christian Horner.
 
Sobre Vettel, o dirigente não teve muito o que dizer, uma vez que a prova do alemão não durou pouco mais de 500 metros: "Sebastian largou de forma perfeita, mas virou passageiro. O resultado não pôde ser outro a não ser abandonar a prova."
 
Em relação a Webber, o problema em uma das paradas fez com que o time optasse por uma estratégia de três paradas, sendo uma delas a poucas voltas do fim, mas não foi o suficiente para superar Jenson Button. E quem estava acostumado a falar de vitórias estranhou ao dizer que o quarto lugar era o máximo para o dia.
 
"Mark estava em uma boa luta com Jenson, mas tivemos um problema com a porca da roda, caiu para trás de Massa e optamos por mudar a estrategia e fazer três paradas. Era a única forma de bater Massa e chegar em Jenson", explica.
 
Infelizmente, não tivemos muitas voltas para abrir uma vantagem suficiente, mas foi válido e Nark andou bem. Quarto foi o melhor que pudemos conquistar", completa Horner.

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento Abu Dhabi GP
Tipo de artigo Últimas notícias