Horner: "Quase colocamos uma vaca na pista" para impedir melhor volta

Chefe da Red Bull revela que equipe não gosta da mania do alemão de tentar assegurar a marca nos giros finais

Christian Horner e Sebastian Vettel

Não é raridade ouvir nas mensagens nas voltas finais de cada corrida uma tentativa de parar Sebastian Vettel. O alemão tem o hábito de tentar voltas mais rápidas nos últimos giros das provas, algo que não agrada em nada a equipe.

Foi o que aconteceu no GP da Índia. Mesmo que a equipe tivesse mantido para Vettel manter o ritmo, o alemão fez a volta mais rápida no último giro da corrida.

Perguntado se Vettel tinha permissão para tentar a volta mais rápida no final da prova, o chefe da Red Bull, Christian Horner, afirmou que “claro que não porque ele sabe que não gostamos isso. Fizemos o melhor que podíamos para cuidar disso, diminuímos a potência do motor, desligamos o Kers e estávamos quase colocando uma vaca no circuito. Não havia muito mais o que fazer.”

Horner revelou que ele já havia conversado com o bicampeão depois da última corrida, na Coreia, e Vettel prometera que isso não aconteceria de novo, mas não foi o que se viu.

“No final das contas temos confiança nele. Tenho certeza de que ele ainda tinha uma margem, e o objetivo para ele é vencer a corrida. Ele sabe que não há pontos para voltas mais rápidas, mas gosta dessas pequenas estatísticas para ter um final de semana perfeito. Ele precisa mostrar que é capaz.”

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP da Índia
Tipo de artigo Últimas notícias