HRT corre novamente em casa, mas altas temperaturas poderão ser problema

Depois de ser assolada por superaquecimento de freios no Canadá, equipe espera dar volta por cima em Valência

HRT é a última no mundial

A equipe HRT dá sinais de melhoras no campeonato, mas ainda pena muito com problemas. No Canadá, ambos os pilotos sofreram com problemas de freios e abandonaram, e com a próxima prova da Fórmula 1, o Grande Prêmio da Europa, em Valência, as coisas não devem esfriar.

A equipe vai tentar se segurar com muita força de vontade e com o apoio da torcida local, já que pela segunda vez do ano corre em casa.

"Assim como em Barcelona, eu estou muito animado para correr em frente de nossos fãs em Valência. As altas temperaturas serão um problema para nossos freios novamente, mas estamos confiantes que possamos fazer as modificações para contornar os problemas que vivenciamos no Canadá", revelou Pedro de la Rosa.

Para o indiano Narain Karthikeyan, a HRT vai cumprir o que prometeu para a prova canadense nesta próxima corrida da categoria, no próximo fim de semana.

"A pista de Valência compartilha algumas características com Montreal e Monte Carlo, com ênfase em tração em baixas velocidades, e acho que nosso carro pode se dar bem aqui. O lugar é lindo mas muito quente, assim como a Índia, mas a pista é realmente desafiadora. Pretendemos mostrar o que nós prometíamos para o Canadá", disse Narain.

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP da Europa
Pilotos Pedro de la Rosa , Narain Karthikeyan
Tipo de artigo Últimas notícias