HRT está em uma "situação muito melhor", diz Pérez-Sala

Após fracassar na Austrália e ter um rendimento ruim com a pista seca na Malásia, HRT consegue evoluir o carro e espera melhoria em pista

HRT estará melhor preparada para GP

Após fracassar em qualificar no Grande Prêmio da Austrália e penar com a estiagem no da Malásia, a HRT - a pior equipe do grid até então - está muito animada com os progressos que conquistou nestas três semanas entre corridas.

Para o chefe da equipe, Luiz Pérez-Sala, o Grande Prêmio da China promissor:

"O início da temporada foi muito complicado, pois estávamos com nosso programa atrasado em relação as outras equipes", explicou Sala. “Fizemos um colossal esforço para andar na Austrália e melhorar nosso desempenho na Malásia. Ainda há muitas áreas para melhorar, mas estou confiante que chegaremos à China em uma situação muito melhor", completou.

Após falhar na classificação de Melbourne, a HRT apostou em uma estratégia ousada e que pôs Narain Karthikeyan em uma honrosa décima posição em Sepang, ainda quando a chuva era torrencial.

"Nós não podemos esquecer que o F112 somente está dando os primeiros passos, e, hoje, tudo que temos que fazer é avançar sem parar."

As principais mudanças no bólido da equipe estão na parte de refrigeração e aerodinâmica, talvez os pontos mais fracos do time.

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP da China
Tipo de artigo Últimas notícias