Irritado com retardatários, Button diz que tirou tudo do carro

Segundo colocado reclamou do desrespeito às bandeiras azuis. "os carros dão uma volta por um motivo: porque são mais rápidos"

Button conquistou o quarto pódio consecutivo

Feliz com a performance, mas irritado com os retardatários, Jenson Button reconheceu que o segundo lugar era o máximo que poderia fazer no GP de Cingapura. O inglês vinha se aproximando de Sebastian Vettel nas voltas finais, mas foi atrapalhado pelo tráfego.

“Posso entender que seja difícil sair da frente aqui e que a maioria estava em lutas por posição, mas eles têm de respeitar os outros carros. Eles estão dando uma volta por um motivo: porque são mais rápidos e estão lutando por posições mais altas.”

Um dos pilotos dos quais Button se queixou, Kamui Kobayashi, inclusive foi punido durante a prova por ignorar bandeiras azuis.

“Houve alguns momentos frustrantes na corrida, especialmente com Kobayashi, que me segurou por uma volta, e também com as Williams, que estavam lutando entre si. Acho que, na última volta, ninguém quer ser ultrapassado, então começam a forçar.”

Apesar da irritação, Button se mostrou contente com sua performance. O inglês agora soma quatro pódios seguidos e é o vice-líder do campeonato, tendo ultrapassado Fernando Alonso.

“Acho que foi a melhor performance do ano, realmente consegui extrair tudo o que o carro tinha, especialmente nas últimas voltas, tirei tudo dos pneus. No entanto, não éramos rápidos o suficiente para lutar pela vitória.” 

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP de Cingapura
Pilotos Jenson Button
Tipo de artigo Últimas notícias