Jean Todt garante regra de motores turbo de 4 cilindros para 2013

Presidente da FIA disse que não há chance de voltar atrás na decisão e revelou desejo de voltar com testes durante temporada

Jean Todt acompanha trabalho nos boxes da Lotus em Istambul

O presidente da FIA Jean Todt atendeu a imprensa hoje de manhã no circuito de Istambul para fazer um apanhado geral do trabalho da entidade no que diz respeito à Fórmula 1. O francês garantiu que o novo regulamento para motores previsto para 2013 será aplicado, apesar de recentes comentários negativos feitos por Bernie Ecclestone e Luca di Montezemolo. Todt inclusive afirmou que o dirigente e a Ferrari, no papel de representante das equipes, assinaram o documento que sacramentou a mudança para unidades turbo de 4 cilindros e volume de 1,6 litros.

“A proposta foi feita pelos representantes dos fabricantes de motores e aprovada de forma unânime pelo Conselho Mundial, que inclui o representante dos direitos comerciais da F-1, Bernie Ecclestone, e um representante das equipes, que é a Ferrari”, disse o dirigente, que confirmou a entrada de um novo fabricante, a Pure comandada por Craig Pollock (ex-empresário de Jacques Villeneuve) na categoria a partir de 2013.

Todt também se disse favorável à volta de testes durante a temporada, cuja proibição classificou como “estúpida”. Sua ideia é de permitir três baterias com dois dias de testes cada ao longo do campeonato e espera aprovar isso na próxima reunião da Comissão de Fórmula 1 da FIA para ser aplicado no Mundial do no ano que vem.

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP da Turquia
Tipo de artigo Últimas notícias