Jenson Button espera se livrar de má sorte correndo em casa

Inglês, que nunca subiu ao pódio no GP da Grã-Bretanha, quer retribuir o carinho da torcida neste final de semana

Button conta com o apoio da torcida em Silverstone

Ele já bateu na trave algumas vezes, mas Jenson Button nunca conseguiu um pódio sequer correndo em casa. O inglês da McLaren espera mudar essa sina neste final de semana.

“Tem faltado sorte nas corridas aqui para mim. Ano passado foi uma ótima prova, mas terminei em quarto largando em 14º. Adoraria ter um bom resultado diante da torcida. Eles sempre apoiaram muito, mesmo quando o carro não era competitivo, e gostaria de retribuir neste final de semana.”

Para Button, vencer em Silverstone virou questão de honra.

“Todos queremos ser campeões do mundo e já fiz isso. Todos querem vencer em Mônaco e já fiz isso. Seria espetacular poder vencer em frente à minha torcida.”

O inglês se derrete quando fala do circuito. “Para mim, realmente é a casa do esporte é motor, porque há muitas equipes que vêm da Inglaterra, muitos fãs e patrocinadores. Silverstone é como uma casa para mim. O que é legal dos torcedores ingleses é que eles não torcem apenas para os ingleses, mas se gostam de um piloto, o apoiam. E é um dos melhores circuitos do mundo.”

Falando em grandes eventos esportivos na Inglaterra, Button esteve em Wimbledon e acompanhou a final masculina, entre Novak Djokovic e Rafael Nadal. E revelou ao TotalRace que gostou do que viu.

“Eles são mentalmente muito fortes. É uma competição muito estressante. Há milhares de pessoas em sua volta e eles ficam calados quando você saca – dá até para ouvir a bola. É muito estressante. Vi uma vez em cada um que eles estavam sucumbindo à pressão e cometendo erros. Tirando isso, foi sensacional assistir os dois melhores jogadores do mundo atualmente se enfrentando e foi bom ver Djokovic ganhando Wimbledon. É triste para Nadal, mas ele vai voltar. O tênis está em uma fase muito boa, os jogadores são fantásticos.”

Voltando à F-1, Button disse não acreditar que o Red Bull deste ano é um dos melhores carros da história.

“Acho que eles têm um carro muito bom, mas não são imbatíveis porque os vencemos duas vezes e tivemos a oportunidade de fazer isso outras duas vezes. O problema é que eles têm uma certa vantagem e não estão cometendo erros. Mas acho que houve carros melhores. Michael [Schumacher] ganhou acho que 13 corridas no começo de uma temporada [em 2004], a McLaren ganhou 15 de 16 corridas [em 1988]. Não está entre os melhores, mas está perto.”

Uma das oportunidades do time de Sebastian Vettel perder sua hegemonia é com a adoção das novas regras para o escapamento. Mas Button reconhece que a McLaren também saiu perdendo.

“Acho que as mudanças vão nos afetar muito. Os times de ponta desenvolveram o carro ao redor dessa nova tecnologia, então tudo foi pensado para trabalhar com o difusor soprado com ou sem o pé no acelerador. Agora que não podemos usar sem o pé, o equilíbrio entre a entrada e a saída das curvas muda muito. A última corrida não foi boa para nós, mas as outras tinham sido e estávamos conseguindo andar junto da Red Bull. Espero que voltemos ao caminho certo.”

(Colaborou Felipe Motta, de Silverstone)

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP da Grã-Bretanha
Pista Silverstone
Pilotos Jenson Button
Tipo de artigo Últimas notícias