Jules Bianchi diz que ainda não chegou a todo seu potencial

Mesmo com boas atuações nas duas primeiras corridas pela Marussia, francês acredita estar em evolução

Bianchi está otimista com o que pode conseguir na F-1

O francês Jules Bianchi vem conseguindo um ótimo ritmo em seu início de carreira na F-1. O piloto, que herdou o lugar de Luiz Razia após o brasileiro não conseguir fechar o orçamento com a equipe Marussia, voltou às competições depois de um ano sendo piloto de testes da Force India às sextas-feiras.

“É um começo encorajador”, disse Bianchi. “Não vou dizer que ganharia um segundo, ou coisa assim. Estou sendo realista”.

Bianchi foi 15º na Austrália e 13º na Malásia, melhor posição do time em 2013. “Em Melbourne, estava de 90 a 95% pronto e já me sentia bem confiante com o carro. Na Espanha, estaremos em 100%, quando tudo der certo, vamos trazer mais peças para os carros também.”

“Minha pilotagem já está boa, mas ainda precisa melhorar e talvez precise encontrar 0,1s do meu lado, o que será bom. Preciso de confiança no carro, já que não andamos muito na pré-temporada.”

“Agora temos de ver quando vamos trazer novas peças para o carro e se isso nos dará a possibilidade de diminuir a distancia do meio do pelotão”, finalizou.

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Pilotos Jules Bianchi
Tipo de artigo Últimas notícias