Kimi admite dificuldade para fazer pneus funcionarem

"Tem a ver com o estilo, mas não existe uma mágica que possa me fazer mudar de estilo subitamente"

Em quatro corridas em sua volta à Ferrari, Kimi Raikkonen ainda não sabe o que é chegar à frente do companheiro Fernando Alonso. O finlandês perdeu do rival em todos os treinos e corridas até agora e credita o resultado ao seu estilo de pilotar. Na China, por exemplo, Kimi chegou só em oitavo, quase um minuto atrás do espanhol, que foi ao pódio.

“Provavelmente tem mais a ver com meu estilo de guiar”, disse o piloto aos jornalistas após a corrida. “No frio, eu não consigo deixar os pneus na temperatura certa. Com pneu novo tudo funciona bem, mas quando os pneus traseiros começam a perder aderência, então preciso diminuir a velocidade e aí os compostos perdem temperatura e tudo começa novamente”, admitiu.

O campeão de 2007 descartou qualquer problema com o chassi novo, já que o antigo apresentou uma fissura após o GP do Bahrein. “Se fosse isso, o carro não seria rápido com pneus novos. Acho que eu não trabalho os pneus suficientemente e por isso que no molhado e no frio é difícil fazê-los funcionar. Temos que trabalhar isso e encontrar as soluções. Mas não existe uma mágica que possa me fazer mudar de estilo subitamente. Nosso estilo funcionam a nosso favor em alguns lugares, mas contra a gente em outros”, definiu o piloto.

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP da China
Pilotos Kimi Raikkonen
Tipo de artigo Últimas notícias