Kimi espera se aproximar de ritmo da Red Bull em classificação

Vencedor do primeiro GP do ano, piloto da Lotus acredita que E21 pode ser ainda melhor no calor da Malásia

Com pérolas como “não gosto do calor e da umidade do lugar, mas o circuito é legal” e “se não quiser receber bandeiras azuis, é só andar na frente”, Kimi Raikkonen começou o final de semana do GP da Malásia em clima de “vamos esperar para ver”.

Após vencer o GP da Austrália com uma estratégia de uma parada a menos, mesmo largando em sétimo, o finlandês acredita que terá uma classificação melhor em Sepang. “Não diria que a classificação foi uma situação normal, com o clima, o atraso e essas coisas. Mas se tivesse sido um dia normal tenho certeza de que estaríamos mais perto. Vamos esperar para ver como iremos em uma classificação normal. Daí tenho certeza de que não estaremos um segundo, ou 1s4, atrás – não sei quanto foi [na Austrália].” (A diferença foi de 1s331 em relação ao pole Sebastian Vettel).

Outra expectativa do líder do campeonato após uma etapa é se certificar de que a Lotus manteve a característica de funcionar melhor no calor do que no frio, que marcou o carro do ano passado. Na Austrália, a corrida foi disputada com temperaturas abaixo dos 20ºC e espera-se mais que 30ºC na Malásia. “Ainda não sabemos [como o carro se comportará]. Ano passado éramos muito bons quando fazia calor – na verdade, era até melhor para nós – mas obviamente não corremos com esse tipo de condição e o inverno foi muito frio, então não faço ideia. Mas se acontecer qualquer coisa como ano passado, devemos estar bem.”

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP da Malásia
Pilotos Kimi Raikkonen
Tipo de artigo Últimas notícias