Kimi Räikkönen desconversa sobre possível ida para a Red Bull

Finlandês considera que tem decisão difícil a tomar e reitera que não tem nada concreto fechado para o ano que vem

Räikkönen durante a coletiva hoje em Silverstone

Com boa constância e podendo superar o recorde de chegadas seguidas nos pontos de Michael Schumacher neste fim de semana em Silverstone, Räikkönen viu a imprensa se voltando para seu lado do paddock hoje por outro motivo: A aposentadoria de Mark Webber.

Räikkönen voltou a dizer que não tem nenhum acordo firmado para o ano que vem, e crê que sua decisão seja difícil de ser tomada.

“Obviamente muitas pessoas vão falar do ano que vem, mas ainda não tenho uma decisão”, falou Räikkönen ao TotalRace na Inglaterra.

Sobre possivelmente correr ao lado de seu amigo Vettel na Red Bull, Kimi generalizou. “Não tenho problema em correr com ninguém. Nunca estive em posição de escolher com quem correria. Não mudaria nada, mas se acontecer seria mais fácil para nós.”

“Tenho que discutir minha situação com algumas pessoas, mas não é segredo que não tenho contrato para o ano que vem na F-1. Quando tiver algo certo no papel vou falar imediatamente para as pessoas pararem de me perguntar sobre isso.”

Räikkonen negou que ter sido patrocinado na F-1 e no WRC o ajude a conseguir uma vaga para 2014. “Só tive o patrocínio da Red Bull na Sauber e bebia no copo deles enquanto estive na Ferrari, o que não significa que tenha alguma coisa para o ano que vem. Obviamente eles me ajudaram no passado, mas não muda o fato.”

“Seja qual for a decisão não vai ser fácil. Nunca é fácil. Não é a primeira vez que tenho opções diferentes para escolher. Você escolhe aquela que é a certa para você no momento, mas não sabe se é a decisão certa ou errada, mas você tem que viver com isso e só você pode fazer essa decisão.”

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP da Grã-Bretanha
Pista Silverstone
Pilotos Kimi Raikkonen
Tipo de artigo Últimas notícias