Kimi sobre lavada de Alonso: "Vários motivos, sempre o mesmo resultado"

Após ano decepcionante, finlandês reconhece que há "muito trabalho" para a Ferrari voltar a andar entre os carros de ponta

Kimi Raikkonen foi o piloto que teve o pior desempenho em média em relação ao companheiro em classificações durante a temporada de 2014 da Fórmula 1, e acredita que “vários motivos” explicam a inesperada diferença em relação a Fernando Alonso na Ferrari.

[publicidade] O finlandês foi superado em 16 das 19 classificações por mais de meio segundo em média e em 15 das 16 provas que ambos terminaram. Em pontos, Alonso marcou 161 e Raikkonen, 55.

“Houve vários motivos, mas o resultado é sempre o mesmo”, disse o campeão de 2007 ao Top Gear. “Foi um ano difícil em várias áreas, mas como já disse se você está lutando por qualquer coisa que não seja o campeonato já é um ano não muito bom. Como equipe, tivemos um ano muito ruim”, defendeu.

“Eu tive mais dificuldade, mas não faz sentido ficar entrando nos detalhes. Obviamente, você tem de trabalhar duro nos próximos anos para melhorar e colocar a Ferrari na frente, onde ela deveria estar. Ficamos muito longe disso neste ano, e há muito trabalho para ser feito.”

Com a saída de Alonso da equipe, Raikkonen terá o tetracampeão Sebastian Vettel como companheiro a partir de 2015.

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias