Kobayashi "elimina" brasileiros; Perez soma pontos

Em corrida de "oportunidades perdidas", segundo Peter Sauber, mexicano diz que time precisa evoluir na classificação

Sergio Perez

Se, nos dois dias anteriores, era Kamui Kobayashi quem estava contente, desta vez a situação se inverteu: foi Sergio Perez que teve motivos para comemorar. Mas, também, nem tanto.

O mexicano evoluiu seis posições durante a corrida e recebeu a bandeirada em nono, mas se queixou do comportamento do carro e da posição no grid. "Foi uma corrida dificil", afirmou.
 
"Arriscamos muito na estrategia e a degradação dos pneus foi muito alta. Dois pontos não foi um resultado ruim ao largarmos de 15°, mas a coisa mais importante é melhorar na classificação. Larguei em 15° pela segunda vez seguida e poderia mais se pudesse largar mais à frente do grid", comenta.
 
Já Kobayashi brincou de bate-bate: se chocou com Bruno Senna e, mais tarde na prova, acabou colidindo com Felipe Massa. Neste último "encontrão", foi obrigado abandonar. "Que corrida! Contudo, estou muito decepcionado", conta.
 
"Larguei bem, subi para quinto e passei Maldonado. Era quarto e estava animado. Mas, no meu primeiro pit, tive problema com a roda dianteira esquerda. Depois disso, era o 11° e ainda tinha chance", continua o japonês, que explicou os acidentes com os brasileiros.
 
"Na volta 20, estava seguindo Kimi Raikkonen, que estava ultrapassando Bruno Senna, e estava na parte interna, entre Senna e o muro, e não tive o que fazer, por isso nos tocamos. Tive que parar nos boxes e, quando estava lutando com Felipe Massa, nossos carros se tocaram e os danos nos impediram de continuar", completa.
 

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP da Europa
Pilotos Kamui Kobayashi , Sergio Perez
Tipo de artigo Últimas notícias