Kubica sai do hospital após quase 30 dias internado

De acordo com médico do polonês, ainda serão precisos quatro meses para saber se o piloto voltará ao cockpit

Kubica sofreu grave acidente em corrida de rali

O polonês Robert Kubica deixou o Hospital Santa Corona em Pietra Ligure, na Itália, onde estava internado desde o grave acidente que sofreu no Rali de Andorra, dia 6 de fevereiro. De acordo com nata divulgada pelo hospital, “as condições são boas e Kubica vai começar uma nova fase de reabilitação”, ressaltando que o piloto da Renault deve voltar periodicamente ao local para que os médicos continuem a monitorá-lo.

Kubica sofreu lesões múltiplas nos membros do lado direito do corpo após ser atingido por um guard rail no acidente e passou por uma série de cirurgias na perna, ombro, cotovelo e, especialmente, mão.

O piloto agora deve fazer uma pausa em Mônaco, onde reside, e continuar o processo de recuperação no centro de reabilitação mantido por seu médico, Riccardo Ceccarelli, também na Itália.

O médico, especializado no condicionamento de pilotos, afirmou ao jornal italiano Gazzetta dello Sport que o polonês precisa de mais tempo até que seja possível determinar se ele volta ou não à Fórmula 1.

“Saberemos seis meses depois do acidente. Precisamos esperar a reação natural do corpo mesmo que, conhecendo Robert, estejamos confiantes de sua força na recuperação.”

A grande questão são os nervos, cujo tempo de reabilitação é maior que o de músculos e tendões. “É difícil saber antes de quatro meses o que vai acontecer. A sensibilidade dele é boa, mas ainda não em todos os pontos”, salienta Caccarelli.

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias