Lauda ataca Red Bull e F1: “Paddock é um ninho de cobras”

Austríaco como o time de Sebastian Vettel, tricampeão mundial se irritou com 'agressividade' dos rivais

Membro do conselho da Mercedes, o tricampeão mundial Nick Lauda esbravejou contra a decisão do Tribunal Internacional da FIA de excluir o time alemão dos testes para pilotos novatos, programado para julho. O austríaco reclamou principalmente da Red Bull, equipe que, aliás, também corre com a bandeira da Áustria.

“A Red Bull tem agido de maneira agressiva com esta história”, disse à emissora de seu país ORF. O piloto preferiu não criticar diretamente a Ferrari, time que defendeu (e foi campeão) quando piloto. “O paddock é um ninho de cobras. Mas a FIA julgou através de um tribunal, que claramente decidiu que não houve violação do regulamento, mas uma diferente interpretação das regras”, analisou.

Para Lauda, não houve nenhuma irregularidade feita pela Mercedes, quando usou o carro atual para um teste de pneus pedido pela Pirelli. “Não houve violação do regulamento. Recebemos uma punição e não um cartão amarelo que possa se transformar em um vermelho. Fomos excluídos do teste para novatos, o que é algo com o que podemos conviver”, concluiu.
 

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias