Lauda diz que situação de Brawn só será decidida no fim do ano

Ex-tricampeão refuta de forma enfática matéria de site inglês que dizia que Brawn já havia pedido demissão

Falando sobre uma matéria do site da TV inglesa BBC publicada ontem, , o austríaco Niki Lauda, diretor não-executivo da equipe, negou que o britânico já tenha decido sair do time após 2013.

Para ele a matéria não passa de pura especulação. Niki ainda reforçou que quer ter Brawn na equipe no ano que vem e tenta convencê-lo a permanecer.

"Eu odeio toda essa b...", disse Lauda ao jornal britânico The Daily Mail, quando perguntado sobre a matéria da BBC.

"A especulação é um lixo total. A situação é absolutamente clara: Eu falei com Ross há um tempo atrás, e nós concordamos que vamos falar depois da última corrida no Brasil para ele me dizer se quer ficar ou não."

"Eu estou tentando tudo que posso para encorajar e motivá-lo a ficar. Eu quero que ele continue. Mas não é minha a decisão, é decisão dele. Se ele ficar, ele vai ser chefe de equipe, ou então vai se aposentar. Com um carro novo e novo motor, todas as mudanças no ano que vem, espero que ele não saia.", acrescentou Lauda.

"De qualquer forma, para que decidir ir agora, enquanto estamos ocupados lutando no campeonato de construtores pelo segundo lugar? Nós não estamos colocando nenhuma pressão sobre ele", continuou Lauda.

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias