Lauda exalta F-1, tira boné para Schumi e critica Hamilton

“Ele [Hamilton] exagera sempre. Se tivesse ficado no meio da pista, teria terminado em terceiro. Foi novamente um acidente bobo e desnecessário"

Niki Lauda

Em entrevista exclusiva ao TotalRace, Niki Lauda, como sempre falou bastante. Exaltou a categoria após o GP da Bélgica, criticou Hamilton e disse tirar seu indefectível boné vermelho para Michael Schumacher.

Na série de elogios à categoria nesta temporada, o austríaco, tricampeão em 1975, 1977 e 1984 disse que viu de tudo em Spa, e, para cutucar, falou que o GP, inclusive, teve uma nova trapalhada de Hamilton. 
 
“Está muito espetacular. E uma prova como essa fazia tempo que eu não via, tivemos todas as facetas possíveis, inclusive uma de Hamilton novamente (risos). Foi realmente uma corrida legal”, disse. Curiosamente, o ex-piloto temia uma temporada monótona.
 
Sobre o inglês da McLaren, o austríaco disse que o acidente com Kamui Kobayashi foi bobo e desnecessário: “Ele exagera sempre. Se tivesse ficado no meio da pista na manobra com Kobayashi, teria terminado em terceiro. Foi novamente um acidente bobo e desnecessário, para mim. Mas é algo que acontece, tanto que os comissários consideraram um acidente de corrida.”
 
Por fim, Lauda exaltou a atuação de Michael Schumacher, que saiu de último para sexto, mesmo acreditando que o heptacampeão se aposente no fim desta temporada: “Tiro meu boné para ele, foi sua melhor performance desde sua volta. No final ele era mais rápido que Nico pois estava com outro tipo de pneu, então ganhou a posição por seu próprio mérito. E não acho que é uma questão de precisar de uma pista como Spa para ele andar bem. Simplesmente o carro funcionou bem aqui, tanto que Nico Rosberg liderou no início.”
 
(Colaboraram Felipe Motta e Luis Fernando Ramos)
 

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP da Bélgica
Tipo de artigo Últimas notícias