Lewis Hamilton: "São mais seis corridas e não vou desistir"

Inglês diz que liderava sem qualquer preocupação quando problema de câmbio lhe tirou da corrida em Cingapura

Decepcionado pelo abandono quando tinha “25 pontos fáceis” no GP de Cingapura, mas confiante de que o carro da McLaren é rápido o suficiente para permitir que lute pelo campeonato nas seis etapas finais do campeonato, Lewis Hamilton garantiu que não tinha nenhuma preocupação em relação a Sebastian Vettel até que um problema de câmbio lhe tirou a vitória em Marina Bay.

“Disseram que deveríamos conseguir chegar até o fim da corrida, mas depois perdi a terceira marcha”, revelou ao TotalRace. “Depois de uma volta e meia, todas foram embora de uma vez e foi o fim. O problema começou umas três ou quatro voltas antes. Esperava que conseguisse ir até o final, mas meio que sabia que estava tudo acabado.”

O inglês, que caiu da vice-liderança ao quarto lugar no campeonato, a 52 pontos de Fernando Alonso, acredita que venceria a corrida com facilidade sem a quebra.

“Estava em um ritmo muito tranquilo naquele momento, não tinha qualquer preocupação. Tinha o ritmo e manter a diferença em relação a Sebastian não era um problema. Sinto que, continuando daquela maneira, não teríamos nenhum problema na corrida. Seu coração aperta quando você sabe que tem 25 pontos fáceis.”

Refletindo sobre o campeonato, o campeão de 2008 acredita que ainda está na briga devido ao rendimento do carro da McLaren, que tem se mostrado superior nas últimas quatro provas.

“Foi duro para nós mas, olhando pelo lado positivo, temos um carro rápido, com o qual podemos competir. São mais seis corridas e não vou desistir. Continuarei forçando e espero que o melhor aconteça.”

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP de Cingapura
Pilotos Lewis Hamilton
Tipo de artigo Últimas notícias