Líder do segundo pelotão, Renault reclama de desvantagem para Sauber

Confira o que disseram membros do time francês e, também, os integrantes de Toro Rosso, Lotus, Hispania e Marussia Virgin

Vitaly Petrov

Vitaly Petrov, Renault, 12°: "A dificuldade foi esquentar os pneus, pois o tempo estava muito instável. Também tive muita saída de traseira, especialmente na curva nove, o que me custou dois décimos e praticamente me tirou a chance de entrar no Q3. A Sauber está muito competitiva e precisamos entender os problemas."

Nick Heidfeld, Renault, 14°: "Hoje, novamente, não foi o que a gente esperava. O 14º lugar não foi o que a gnte pensava antes da classificação, apesar de ser uma indicção de nossa posição agora. Está difícil extrair mais do carro. Vamos para amanhã buscando posições melhores."
 
Jaime Alguersuari, Toro Rosso, 16°: "Acho que fiz o máximo que pude, uma vez que estamos salvando pneus para a corrida. Nosso acerto de corrida pode ser muito efetivo, por isso estou confiante para amanhã."
 
Sebastien Buemi, Toro Rosso, 18°: "O fato de ter uma punição de cinco posições condicionou meu trabalho na classificação. Optamos por não usar pneus supermacios, buscando salvá-los para amanhã, significando que tenho três jogos para a prova. Espero que isso seja um fator importante."
 
Heikki Kovalainen, Lotus, 19°: "Após um fim de semana difícil, estou bem contente com o resultado da classificação. Não consegui achar um acerto que me deixou feliz e fizemos poucas mudanças que nos levaram para a direção certa."
 
Jarno Trulli, Lotus, 20°: "Foi um bom dia, mesmo não conseguindo tirar tudo do carro na classificação. Apesar de tudo, estou contente com o fim de semana. O novo sistema de power steering transformou o carro e estou bem mais feliz, agora."
 
Timo Glock, Virgin, 21°: "Não tem sido um fim de semana fácil até agora, mas, pelo menos, tivemos uma boa base. Tentamos diferentes combinações e tenho de dizer que meus engenheiros fizeram um trabalho muito bom. Extraí o máximo que pude do carro."
 
Vitantonio Liuzzi, Hispania, 22°: "Foi uma boa classificação no geral. Ser 22º é um bom resultado, após termos enfrentado problemas no fim de semana. É positivo estar competitivo em relação aos nossos rivais, especialmente após os problemas recentes em uma pista que não funciona tão bem para nós."
 
Daniel Ricciardo, Hispania, 23°: "Não foi um dia ruim no fim, estamos bem próximos de Tonio e Timo, apenas alguns décimos, o que deixa até uma ponta de frustração por não estar uma posição à frente. Esperava um pouco mais, mas amanhã será outro dia e teremos dificuldades por conta das condições do tempo."
 
Jerome D'Ambrosio, Virgin, 24: "Não foi um sábado ruim. Tive um pouco de saída de frente, que deixou o carro mais lento em volta lançada, mas sinto que estava perto do potencial total do carro. Sei que posso melhorar."
 

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP da Hungria
Tipo de artigo Últimas notícias