Líder, Vettel compara circuito indiano com montanha russa

De altíssimas velocidades e com várias subidas e descidas, pista só perde de média para Monza, na Itália

Alta velocidade e com muitas subidas e descidas: essa descrição serve tanto para uma montanha russa, quanto para o circuito indiano de Buddh. Para o líder do campeonato, Sebastian Vettel, essas alterações de altitude dão à pista do GP da Índia um ar nostálgico de que ele gosta bastante.

"Eu adorei o traçado da pista ano passado, e não foi só porque ganhei. Com uma média de 235 km/h, é a segunda mais rápida do calendário, só perdendo para Monza. Há muitas mudanças de elevação na volta, o que é bem legal. É como uma montanha russa!", disse Vettel. "É realmente um dos circuitos mais desafiadores do calendário", completou o alemão, que tem seis pontos de vantagem para Fernando Alonso.

Em 2011 Vettel cravou a pole position, fez a volta mais rápida e liderou todas as voltas antes de vencer, conseguindo, assim, o primeiro de seus dois Grand Chelem (o segundo foi conquistado durante o GP do Japão deste ano).

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP da Índia
Pilotos Sebastian Vettel
Tipo de artigo Últimas notícias