"Liderar corridas não dá pontos", diz o "faminto" Hulk

Piloto, que ficou por mais voltas à frente do pelotão nas últimas quatro provas, foca em melhorar resultados

Piloto com o maior número de voltas na liderança na soma das quatro últimas provas, e por duas equipes – médias – diferentes, Nico Hulkenberg credita as boas apresentações ao bom trabalho que vem realizando junto da equipe Sauber.

Ouvido pelo TotalRace no paddock no circuito de Sakhir, o piloto alemão lembrou, contudo, que o que importa são os resultados finais. Nas duas vezes em que liderou corridas, o piloto bateu e ficou pelo caminho no GP do Brasil e terminou apenas em décimo na China.

“Foi um bom sentimento e me deixa faminto por mais. É bom poder controlar seu ritmo andando na frente, mas durou apenas oito voltas. No final da corrida, perdemos muito, o que não era o que esperávamos”, afirmou. “Acho que é porque temos feito um bom trabalho como equipe. Boas largadas, boas ultrapassagens e tudo precisa funcionar bem. É  bom liderar corridas, mas isso não lhe dá muitos pontos, o que ainda é o mais importante no final das contas. Ainda assim, é um bom sentimento e dá força para a equipe.”

Falando sobre o GP do Bahrein, quarta etapa do campeonato, o piloto da Sauber se mostrou preocupado com o calor. Nesta quinta-feira em Manama, capital do país, os termômetros bateram em 37ºC. “Acho que o grande desafio será vencer o calor no carro. Mas deveríamos estar treinados para isso e, depois, é uma questão de conseguir o máximo de performance de si mesmo e de seu pacote. Certamente, os pneus terão um grande papel novamente neste final de semana.”

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP do Bahrein
Pilotos Nico Hulkenberg
Tipo de artigo Últimas notícias