Liuzzi e Petrov lamentam batida; Trulli critica Massa

Acidentes marcaram corrida deste fim de semana em circuito italiano; veja o que os pilotos que não pontuaram disseram

Liuzzi se prepara para estampar Petrov na largada (Divulgação/Pirelli)
Vitantonio Liuzzi, Hispania, abandono: "Estava ansioso para a corrida. Tive uma boa largada, passando ambas as Virgins, Lotus e Daniel, mas tentei outra ultrapassagem e fui fechado. Isso me jogou para a grama e, uma vez tentando diminuir a velocidade, perdi todo o controle do carro e acertei outros. Sinto muito por Petrov, Rosberg e outros pilotos."
 
Vitaly Petrov, Renault, abandono: "Naturalmente, estou bem decepcionado. O carro de Vitantonio veio do nada e me acertou forte. Não havia nada que pudesse fazer. Estou feliz por não ter me machucado, pois poderia ter sido um acidente ruim."
 
Pastor Maldonado, Williams, 11°: "Larguei bem e ganhei posições, evitando o acidente. O ritmo estava bom, mas perdemos tempo na segunda parte e foi difícil manter o ritmo."
 
Heikki Kovalainen, Lotus, 13°: "Tive uma ótima largada, passei Jarno, e fiquei em uma boa posição. Procurei segurar este lugar e achei fácil de administrar a degradação dos pneus. Os pit stops foram muito bons hoje."
 
Jarno Trulli, Lotus, 14°: "Enquanto corria com Heikki, acho que Massa se trapalhou na primeira chicane, então tive de sair da pista para não acertá-lo. Quando voltei, ele fechou a porta, eu vim por dentro, procurando ultrapassá-lo. Indo para a chicane, tinha dois carros rápidos atrás com o Kers, e Massa perdeu o ponto na freada o que me forçou a acertar outro carro, danificando a frente. Fiquei contente com minha performance."
 
Timo Glock, Virgin, 15°: "A corrida hoje foi OK, mesmo com dificuldades para pilotar. O fim de semana mostrou um passo adiante e o carro se comportou bem, mas precisamos entender os problemas no ritmo para Cingapura."
 
Daniel Ricciardo, Hispania, 16°: "A corrida começou muito mal, pois o carro morreu. Não consegui reiniciar e tive de ser levado aos boxes. Depois, o motor esquentou demais e tive de voltar aos boxes. Pelo menos, no fim, consegui dar boas voltas."
 
Jerome D'Ambrosio, Virgin, abandono: "Foi um fim decepcionante para o fim de semana. Estava sem a segunda marcha e o carro estava inguiável; por isso tive de abandonar."
 
Sergio Perez, Sauber, abandono: "Apesar das posições ruins, estávamos bem na prova, mas tivemos de abandonar. Estava em sétimo com boa distância, mas a terceira marcha emperrou e não conseguia mudar mais nada."
 
Kamui Kobayashi, Sauber, abandono: "Foi decepcionante para todos. Não tinha mais potência em nenhuma marcha. Antes disso, havia sido uma prova excitante e difícil. Acabei tocando um carro na largada, quebrei a asa e danifiquei um pneu, e isso arruinou minha estratégia."
 

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias