Liuzzi vê evolução e mira ultrapassar a Lotus no Mundial

Piloto da Hispania acredita que equipe melhorou estrutura com novos donos e se dá nota oito por desempenho na temporada

Liuzzi tem um 13º lugar como melhor resultado no ano

Ele pode estar sempre no fundo do pelotão com sua Hispania, mas Vitantonio Liuzzi está feliz com sua performance neste ano. O italiano deu nota oito a seu desempenho até aqui e é filosófico sobre o futuro da Hispania. “Se você acreditar em si e no projeto, pode conseguir qualquer coisa.”

“Progredimos muito desde a Austrália. Conseguimos ultrapassar a Virgin no campeonato. O desenvolvimento diminuiu um pouco com a chegada dos novos donos, mas agora temos uma estrutura consistente e seremos fortes no futuro”, afirmou ao site oficial da F-1.

“Como sempre disse, há pessoas boas envolvidas neste projeto e há potencial. Claro que não esperamos vencer corridas, mas estar onde estamos já é uma prova da força do projeto. Se você acreditar em si e no projeto, pode conseguir qualquer coisa.”

Para Liuzzi, seu melhor momento da temporada até aqui foi o 13º lugar de Montreal, que fez com que a Hispania ultrapassasse a Virgin no Mundial de Construtores.

“Foi uma corrida maluca, que demorou cinco horas e acabou sendo um ótimo final de semana, com o melhor resultado da temporada até agora.”

Mas o objetivo da equipe ainda não foi cumprido: a Hispania quer atingir o décimo lugar no Mundial e, para isso, precisa superar a Lotus.

“Adoraríamos estar à frente da Lotus, mas isso não é um objetivo simples, tendo em vista onde estávamos na Austrália [quando não chegaram a se classificar para a largada]. Mas estamos no caminho certo. Poderia considerar essa temporada um sucesso se chegássemos à décima posição no Mundial de Construtores. Seria perfeito. Mas temos de ser realistas e continuar forçando.”

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Pilotos Vitantonio Liuzzi
Tipo de artigo Últimas notícias