Lotus ainda não sabe se utilizará duto passivo na Bélgica

Equipe reconhece boa chance de utilizar dispositivo, mas não decidiu se levará solução para Spa-Francorchamps

A Lotus diz que há uma boa chance de utilizar o duto passivo (Drag Reduction Device) no GP da Bélgica, próxima etapa da temporada a ser corrida na semana que vem. Porém, a equipe ainda tem dúvidas se o uso do dispositivo será  bom para a performance do E21 na pista belga.

“Ainda não tomamos uma decisão final se utilizaremos”, disse Alan Permane, diretor de operações da equipe britânica.

“Mas estamos realizando uma série de trabalhos de simulação com o conceito para ajudar a esclarecer essa decisão, e há uma boa chance vê-lo aparecer na pista."

O engenheiro lembrou também que o time só pôde trabalhar durante duas semanas na fábrica antes da mesma ser fechadas para as férias. Ainda assim, a Lotus trará evoluções aerodinâmicas e mecânicas para a corrida na Bélgica.

"Apesar de ter tido um bom espaço de quatro semanas entre as corridas, duas delas são eliminadas pelo fechamento da fábrica. Isso ainda deixa duas semanas normais, um período de tempo suficiente para trazer algumas peças novas para testar como se faria normalmente em tal lacuna”, disse.

"A vantagem que temos com Spa estar tão perto geograficamente é que podemos trabalhar nos carros de volta em Enstone até a noite de terça-feira antes da corrida e ainda ter tempo suficiente para levá-los para o circuito e nos aprontarmos para o trabalho na quinta-feira de manhã. Temos diversas atualizações chegando - mecânicas e aerodinâmicas - então estamos confiantes de darmos mais um passo para a frente ".

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias