Lotus bate martelo e Chandhok fica fora do primeiro GP em casa

Piloto reserva esperava ter a chance de correr na Índia, mas experiência de Trulli e Kovalainen falou mais alto

Chandhok afirma que entende a decisão da equipe

A Lotus decidiu não dar a chance de seu reserva, Karun Chandhok, disputar o GP da Índia. O piloto da casa terá de se contentar em pilotar na primeira sessão de treinos livres, na sexta-feira. A justificativa é de que o indiano não estava devidamente preparado, pois não conseguiu andar o suficiente nas sessões das quais participou durante o ano.

“Aceito a decisão da equipe de optar pela experiência e talento os quais eles têm à disposição com Jarno e Heikki. É uma equipe que ainda é jovem, está crescendo, e tem de fazer o que puder para assegurar seu futuro no esporte – às vezes decisões difíceis têm de ser tomadas, entendo que não é comigo”, disse o piloto.

De acordo com o dono da equipe, Tony Fernandes, a decisão teve a ver com o fato da Lotus estar lutando pela décima e última posição no Mundial de Construtores entre aqueles que recebem uma fatia dos direitos comerciais da F-1.

“Tínhamos vários motivos sentimentais para colocá-lo no carro, mas temos a consciência de que ele teve pouco tempo de pista devido às condições climáticas nas sessões de sexta-feira neste ano, o que não lhe deu a melhor preparação possível. É absolutamente vital obtermos a décima posição no mundial para nos dar a possibilidade de continuar crescendo.”

Garantidos, os titulares Heikki Kovalainen e Jarno Trulli destacam a dificuldade do acerto e a expectativa de serem competitivos, como nas últimas duas provas.

“Acho que o desafio principal será encontrar um equilíbrio que atenda às demandas das curvas 10 a 13, que são rápidas, e os hairpins das curvas três, quatro e 16. Não saberemos nada sobre a degradação até chegarmos lá, mas seja como for estará quente, provavelmente um pouco maluco, mas definitivamente bom”, afirmou o finlandês.

“Teremos níveis similares de pressão aerodinâmica aos da Coreia e de Suzuka e, como fomos genuinamente competitivos nesses circuitos, acho que iremos bem na Índia. Já estive em vários circuitos novos em minha carreira, mas nunca tive tanta expectativa quanto em relação a esse”, garantiu Trulli.

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP da Índia
Pilotos Jarno Trulli , Heikki Kovalainen
Tipo de artigo Últimas notícias