Maria de Villota testa carro de 2009 da Renault na França

Espanhola de 31 anos foi bastante elogiada pelo time; rumores apontam que ensaio foi organizado por Ecclestone, de olho em ter uma mulher na F-1

Maria de Villota a bordo do R29 em Paul Ricard

A espanhola Maria de Villota realizou no início de agosto um dia de testes com o carro de 2009 da Lotus Renault no circuito francês de Paul Ricard.

De Villota, de 31 anos, competiu na Superleague nos últimos anos representando o Atlético de Madrid e se tornou a última mulher desde Katherine Legge, em 2005, a testar um F-1.
 
Segundo rumores, a ideia do teste foi proposta por Bernie Ecclestone, que gostaria de colocar uma mulher no grid para agitar mais a categoria. A piloto, por sua vez, apenas comemorou a chance recebida.
 
 
"Como mulher, fiquei muito feliz em ter a oportunidade de pilotar um carro de F-1. A categoria é o topo do automobilismo e sempre foi um sonho para mim. O treino correu muito bem, as condições foram ideais. A equipe me fez sentir bem logo de cara", afirmou.
 
"Não demorou muito para eu me acostumar com o carro e, após me sentir confortável com ele, pude começar a andar mais forte e, como resultado, gostei da experiência. Fiquei impressionado com o profissionalismo da Lotus Renault. Queria agradecer muito eles pela oportunidade", explica.
 
 
Já o chefe da Renault, Eric Boullier, resume o trabalho feito pela espanhola: "Ficamos felizes em oferecer para Maria a chance de pilotar o R29. Como uma equipe, estamos orgulhosos com nossa habilidade de dar a chance a novos talentos e oferecer a pilotos diferentes chances conosco."
 
"Maria fez exatamente o que foi esperado dela: ela deu um passo de cada vez e registrou voltas consideráveis, não cometendo nenhum erro o dia todo", resume.

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias