Mark Webber deixará a Fórmula 1 ao final desta temporada

Australiano correrá com a Porsche de LMP1 em 2014; nome de Kimi Raikkonen é o mais cotado para assumir sua vaga na Red Bull

Mark Webber anunciou nesta quinta-feira que deixará a Fórmula 1 após o Mundial de 2013. O australiano correrá de Porsche, em seu novo programa de LMP1.

A decisão de Webber é a primeira grande mudança no mercado de pilotos para o próximo ano. O nome de Kimi Raikkonen é o mais comentado para ocupar a segunda vaga do time que dominou as últimas temporadas.

Questionado em entrevista realizada por fãs em seu próprio site se teria outras opções na categoria, Webber foi claro: "Sim, mas desde o momento em que eu não tinha a F-1 em meu radar mais para 2014, não considerei nenhuma opção."

O piloto fez questão de frisar que o episódio na Malásia, segunda corrida do ano, quando Sebastian Vettel desrespeitou orientação do time para que ambos mantivessem suas posições (Webber liderava e foi ultrapassado), não teve a ver com sua decisão. "Não, eu tinha um plano pessoal. Agora é um novo capítulo."

Saindo da F-1 após 12 temporadas, Webber irá para nova equipe da Porsche na categoria LMP1 do WEC. "A Porsche tem feito história como fabricante e representa tecnologia e desempenho no mais alto nível", disse ele. "Estou muito ansioso por este novo desafio após minha carreira na F-1. A Porsche, sem dúvida, estabeleceu metas muito altas. Mal posso esperar para pilotar um dos carros esportivos mais rápidos do mundo."

"Ainda farei parte da família Red Bull, trabalhando com a marca, assistindo e apoiando os outros atletas da Red Bull."

Webber estreou na F-1 em 2002 pela Minardi, teve passagem pela Jaguar e pela Williams antes de chegar à Red Bull em 2007. Na equipe austríaca Mark teve a melhor parte de sua carreira. O piloto conseguiu suas primeiras pole position e vitória no GP da Alemanha de 2009, em Nurburgring. Em 2010, o piloto teve sua melhor temporada. O australiano ganhou na Espanha e em Mônaco assumindo a liderança do mundial. O GP seguinte, na Turquia, marcou o início do desentendimento com Sebastian Vettel, após um acidente.

O australiano ainda contou com o maior número de vitórias no ano após vencer na Hungria, mas no fim do ano acabou sendo uktrapassado por Alonso e Vettel, chegando em terceiro na tabela. Posição que repetiu em 2011, quando ganhou apenas uma corrida. No ano passado, Webber ganhou duas corridas (incluindo Silverstone, pela segunda vez) e foi sexto no campeonato. Neste ano, o Australiano tem dois pódios, ainda sem vitórias.

 Nossa equipe em Silverstone, formada por Luis Fernando Ramos, Felipe Motta e Julianne Cerasoli, acompanha a repercussão deste importante anúncio na F-1.

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Pilotos Mark Webber
Tipo de artigo Últimas notícias