Mark Webber lidera a encharcada terceira sessão de treinos livres

Aniversariante do dia e com a vaga assegurada para o ano que vem, australiano ficou menos de um décimo à frente de Hamilton

Webber foi menos de um décimo mais rápido que Hamilton

Aniversário, anúncio de renovação e o primeiro lugar na terceira sessão de treinos livres para o GP da Bélgica. Mark Webber vem tendo um dia agitado. Apenas o piloto da Red Bull andou na casa dos 2min08 em uma sessão marcada novamente pela chuva. Bruno Senna foi o nono colocado com a Renault, ficando bem à frente do companheiro Vitaly Petrov; Rubens Barrichello foi o 16º e Felipe Massa andou pouco e terminou o treino em penúltimo.

Se nos primeiros treinos livres a chuva atrapalhou o trabalho das equipes, na terceira sessão, horas antes da classificação, praticamente tornou impossível os F-1 pararem na pista. Com a temperatura despencando em relação a ontem – 14ºC no ambiente e na pista – os pilotos calçaram os pneus para chuva forte para fazerem suas voltas de instalação e andaram com muito cuidado. “É pior do que no Canadá. Pela situação que está parte do circuito, teríamos bandeira vermelha”, Jenson Button relatou via rádio.

Apenas com meia hora para o final da sessão os pilotos começaram a se aventurar. Os primeiros a marcar tempo foram os pilotos da Toro Rosso. Logo depois foi a vez de Sebastian Vettel, todos em tempos similares aos marcados na primeira sessão de livres, sinal da melhora das condições. Logo, Mark Webber tomou a ponta, mas andando no mesmo ritmo de Buemi.

Com 23 minutos para o final da sessão, apenas as McLaren e Michael Schumacher não tinham se aventurado além da volta de instalação.

Paul Di Resta escapou da pista, mas, diferentemente de ontem, consguiu segurar o carro antes de encontrar o muro. Seu companheiro, Adrian Sutil, acabou com o jogo de cadeiras dos pilotos da Red Bull e Toro Rosso e tomou a ponta. O escocês melhorou o tempo do alemão e foi o primeiro a baixar de 2min13.

Nos últimos 15min, os pneus intermediários voltaram à cena, primeiro com Schumacher, que conseguiu o segundo tempo com a nova borracha. Mas foi o tempo de Alguersuari, quase dois segundos mais rápido, que mostrou que o caminho era usar o pneu para chuva mais fraca. Nos 10min finais, a pista ficou congestionada.

Logo em sua quarta volta, Jenson Button marcou o segundo melhor tempo. Vinha melhorando o tempo quando a equipe lhe aconselhou a economizar os pneus. Webber não fez o mesmo e abriu quase um segundo na ponta.

Enquanto isso, as Ferrari eram as únicas a não marcarem tempos. Fernando Alonso e Felipe Massa fizeram várias voltas com passagens pelo pitlane. “Querendo entender o equilíbrio do carro com os intermediários”, de acordo com a Ferrari, o brasileiro fez uma volta cronometrada no finalzinho da sessão, mas sem tempo competitivo.

Com o cronômetro zerado, Lewis Hamilton chegou a marcar o melhor primeiro setor do treino, mas não conseguiu superar o tempo de Webber.

O treino de classificação para o GP da Bélgica está marcado para as 9h (horário de Brasília).

Confira os tempos da terceira sessão de treinos livres:

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP da Bélgica
Pilotos Mark Webber
Tipo de artigo Últimas notícias