Marussia admite que vírus de computador atrapalhou teste no Bahrein

Depois de ter dado apenas 29 voltas em quatro dias, equipe lista série de problemas que frearam seus treinos

Única equipe a dar menos de 100 voltas, a Marussia não pôde completar mais do que 29 giros no teste da última semana em Sakhir, no Bahrein. O time teve vários contratempos não só com o MR03, mas também com os computadores, que foram infectados por um vírus no início dos trabalhos na quarta-feira.

"Tudo começou com o primeiro desastre, que era um vírus do tipo Trojan no computador, o que nos custou a melhor parte do dia", explicou o chefe da equipe, John Booth ao site da Autosport. "Isso definiu o tom da semana.”

"No segundo dia fizemos 17 voltas e foi OK. Trabalhamos com alguns problemas, mas, em seguida, na sexta-feira perdemos a maior parte do dia com um problema de motor. Infelizmente levamos o dia todo para consertar. No último dia tivemos uma série de pequenos problemas, o que com esses carros leva bastante tempo para corrigir.”

"Na parte da manhã, tivemos uma luz de aviso do ERS, mas foi um sinal falso, de modo que perdemos duas horas. Em seguida, houve um problema no sistema de combustível, que não é um problema da Ferrari, é nosso.

"Coisas assim nos mantêm para baixo, mas não acho que tenhamos tido o mesmo problema duas vezes, o que é estranho, porque normalmente você tem problemas recorrentes."

O chefe da equipe ainda se disse preocupado com o desenvolvimento do carro, mas acredita que deverá correr na Austrália sem maiores problemas.

"Eu estaria mentindo se eu dissesse que não estou nem um pouco preocupado", disse Booth. "Está tudo bem pensar que você pode solucionar os problemas, mas você tem que provar isso. Porém estou muito esperançoso. Não fizemos nada no set-up, ok, mas pelo que os pilotos relataram e fizeram, eles se sentem muito confiantes.”

"Os freios estão muito bem, nós os melhoramos ao longo da semana. Chegamos com esta área aos trancos e barrancos. Nós só temos alguns dias antes do próximo teste, e depois de quatro dias de testes só temos de maximizar o que nos resta."

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias