Marussia é confirmada como nova baixa no grid da Fórmula 1

Novos administradores, que tentam salvar a equipe, também colocam em dúvida presença no Brasil e em Abu Dhabi

Os novos administradores da Marussia, Geoff Rowley e Geoff Carton-Kelly, da FRP Advisory LLP, especialistas em recuperar empresas em dificuldades, confirmaram que a equipe não vai participar da próxima etapa do campeonato de Fórmula 1, nos Estados Unidos.

[publicidade] A Marussia entrou em processo de insolvência e agora busca organizar suas contas para não falir. “Devido à atual situação financeira do grupo, não é viável para a equipe participar da próxima corrida”, disse Rowley.

A equipe continuará em funcionamento no período, mas os novos administradores estudam sua viabilidade a longo prazo. A Marussia é uma empresa britânica, porém de propriedade do russo Andrey Cheglakov, que teria colocado como prazo a participação do time em seu GP caseiro, em Sochi, há duas semanas.

“Como o proprietário não pode mais prover o nível requerido de investimento, os administradores trabalharam para trazer novos investidores e assegurar o futuro da equipe, mas infelizmente isso não foi possível. Assim, não houve outra solução a não ser declarar a insolvência da empresa.”

Segundo Rowley, a participação da Marussia nas etapas do Brasil e de Abu Dhabi, “vai depender dos resultados do processo de insolvência.”

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias