Massa aceita desculpas de Hamilton: “que sirva para aprender”

Piloto brasileiro conta que inglês lhe telefonou após batida que o tirou do GP de Mônaco

Massa conversa com o engenheiro Rob Smedley, no Canadá

Felipe Massa ficou na bronca com Lewis Hamilton após o incidente que tirou o brasileiro do GP de Mônaco e chegou a pedir uma pena dura para o inglês. Duas semanas depois, no entanto, o piloto da Ferrari revelou que o campeão de 2008 pediu desculpas por telefone.

“Ele me ligou, pediu desculpas e lógico que aceitei, até porque isso pode acontecer comigo ou com outros pilotos também. O importante é que ele entendeu o erro que cometeu e me ligou, de uma maneira decente.”

Em entrevista ao TotalRace, Massa afirmou esperar que o episódio sirva de aprendizado para Hamilton.

“Quem tem que decidir o que vai acontecer é a nossa federação, a FIA, e ele pagou. Não é que ele fez o que fez e não teve nenhuma punição. Ele teve. O importante é ele entender como tem que agir. Isso já aconteceu em algumas corridas, quando ele foi penalizado pelo que fez dentro da pista. O importante é ele apredender, assim como nós sabermos que há um regulamento que tem que ser cumprido.”  

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP do Canadá
Pilotos Felipe Massa
Tipo de artigo Últimas notícias