Massa culpa tempo perdido atrás de Rosberg pela oitava colocação

Brasileiro revela problemas com o pneu macio e diz que não tinha velocidade para superar a Mercedes na reta mesmo com a DRS

Massa teve de parar uma vez a mais nos boxes por um furo no pneu

Mais uma vez preso atrás de Rosberg por boa parte da corrida, Felipe Massa apontou o acerto ruim com os pneus macios como motivo para o oitavo lugar no GP da Bélgica. O brasileiro lembrou ainda que o pneu furado no final não ajudou em nada o resultado.

“Foi uma corrida em que sofri muito atrás do Rosberg porque a velocidade de reta dele era muito boa e eu, usando a asa, não conseguia chegar perto para ultrapassá-lo. Esse foi meu maior problema durante a corrida inteira. Perdi muito tempo atrás dele e acabei tendo ainda um desgaste muito grande no pneu mole e isso não me ajudou.”

 

"O equilíbrio do carro fazia com que eu perdesse muito nas curvas de lenta e não conseguia me aproximar do Rosberg na Eau Rouge e ele era o carro mais importante que eu tinha de ultrapassar. O pneu gastava um pouco mais porque eu sempre estava atrás de alguém, tentando lutar."
 

Segundo o brasileiro, a equipe temeu perder ainda mais tempo com os pneus médios e demorou a fazer a troca.

“A gente olhava os carros que estavam com pneu médio e o ritmo não era muito bom, então a ideia de ir para o pneu médio ficou um pouco para trás. Quando coloquei pneu médio no final – lógico que tive um problema e o pneu acabou furando, o que foi o maior problema para a corrida – mas no final o pneu médio rendia melhor. Não encostei em ninguém nem passei por cima de nada, pelo menos visível, mas acabou furando o pneu e ali perdi várias posições.”

Perguntado pelo TotalRace sobre o que faltou para passar Rosberg, Massa culpou o carro. “Eu fazia bem a Eau Rouge, mas quando apertava a asa, não tinha a velocidade que deveria, o limitador sempre estava no máximo e não tive a chance de colocar o carro de lado com ele.”

Massa afirmou que faltou ritmo para a Ferrari na Bélgica. “Tive problema de acerto com o pneu macio. Com o médio, o carro andou bem. Vimos a McLaren e a Red Bull com um ritmo melhor. Estou concentrado para fazer uma boa corrida em Monza. Largar e chegar na posição que eu quero.”

(colaboraram Felipe Motta e Luis Fernando Ramos, de Spa)

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP da Bélgica
Pilotos Felipe Massa
Tipo de artigo Últimas notícias