Massa diz que Alonso o deixou "com pulga atrás da orelha"

Brasileiro acreditava que espanhol teria problemas no final da corrida após antecipar tanto a segunda parada

Após o quarto lugar no GP de abertura da temporada, na Austrália, Felipe Massa avaliou positivamente sua performance, mesmo admitindo o erro estratégico que lhe custou o que poderia ser uma segunda colocação.

“É uma pista em que sempre sofri muito para usar os pneus traseiros corretamente – sempre usei demais. Acho que o trabalho que eu fiz foi bem positivo”, disse o brasileiro ao TotalRace. “Fica o gostinho negativo de perder duas posições porque os carros arriscaram parar antes e funcionou. Eu acabei tomando uma decisão diferente. Poderia ter acabado no pódio, mas continuo satisfeito com o começo do campeonato olhando a pista e como começamos o ano. Sinto-me muito confortável no carro.”

O brasileiro revelou que não tinha certeza se a estratégia escolhida por Fernando Alonso na segunda parada, quando antecipou a troca de pneus para ir de último a primeiro em uma fila que tinha o próprio companheiro, Vettel e Sutil, funcionaria. Depois, tentou algo diferente, que não funcionou.

“Ele pediu para parar e arriscou. Quando ele parou, era bem cedo e fiquei com a pulga atrás da orelha porque o pneu dele poderia acabar. Eu já tinha perdido a posição para eles. E também o Sutil me atrapalhou bastante porque o ritmo dele era muito rápido e eu não conseguia ultrapassá-lo. Gastei demais meus pneus e minhas chances acabaram.”

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP da Austrália
Pilotos Felipe Massa
Tipo de artigo Últimas notícias