Massa espera final de semana tranquilo para tirar o máximo do carro

Brasileiro destaca o apoio dos fãs na China, mas reconhece que a corrida não deve ser fácil para a Ferrari

Massa tem dois pódios em Shangai

Felipe Massa não espera uma revolução no ritmo da Ferrari – pelo contrário, admite que a equipe deve ter problemas com sua falta de velocidade máxima no GP da China – mas torce ao menos para ter um final de semana tranquilo e marcar seus primeiros pontos no ano.

“Realmente espero ter um GP normal sem problemas, desde sexta-feira: isso é fundamental para finalmente conseguir ter um bom resultado. Sei que não vai ser fácil, mas temos de tentar tirar o máximo do que temos, como Fernando conseguiu na Austrália e na Malásia.  Vamos sofrer um pouco em termos de velocidade máxima e não será fácil para nós. Porém, nem sempre é o mais rápido que vence no final.”

O brasileiro acredita que um bom resultado possa dar uma guinada na má fase por que vem passando. “Sei muito bem, como aconteceu por várias vezes no passado, que é preciso muito pouco para uma situação mudar de negativa para positiva.”

Para isso, Massa conta com o apoio da torcida chinesa, que o recebeu calorosamente, como o piloto narrou em seu twitter (@felipe1massa). Para o piloto, apenas os fãs brasileiros e italianos podem se comparar aos chineses.

“Gosto deste calor e entusiasmo, que me energiza muito. Já disse antes que essa cidade me lembra muito São Paulo. Claro que brasileiros e chineses são diferentes, mas a vitalidade das duas cidades é muito parecida. Tem muita coisa para fazer e gostei dos últimos dias relaxando com a Raffaela e o Felipinho, que está pela primeira vez na China.”

Massa aproveitou para lembrar do bom retrospecto em Shangai, mesmo no ano passado, quando andou por boa parte da prova entre os primeiros colocados.

“Ano passado na China eu terminei em sexto, mas só porque tinha dificuldades em manter o ritmo com o pneu duro no final. Uma pena, porque lembro de ter andado em segundo. Estive no pódio na China duas vezes: em terceiro em 2007 e segundo em 2008. É uma pista de que gosto: há diferentes tipos de curvas e uma reta muito longa em que, mesmo antes dos dias de DRS, era possível ultrapassar.”

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP da China
Pilotos Felipe Massa
Tipo de artigo Últimas notícias