Massa: GP inglês determinará futuro da Ferrari nesta temporada

Brasileiro acredita que prova em Silverstone pode ser o ponto de virada do time, após uma primeira metade de ano difícil

Massa: pensando na evolução da 150º Italia

Em seu blog no site oficial da Ferrari, Felipe Massa acredita que o GP da Inglaterra determinará o futuro da escuderia italiana nesta temporada.

O brasileiro confirmou que o time levará novidades trabalhadas exaustivamente no simulador, mas na pista de Barcelona, que é usada como base para avaliar todos os tipos de updates.
 
"Para a Ferrari, será o caso de ver se também pode ser um ponto de virada, após uma primeira metade complicada de 2011", comenta. "Imediatamente após a corrida em Valência, voei para Mônaco e lá, no fim da última semana, parti para Maranello por alguns dias, encontrando engenheiros e trabalhando no simulador para as próximas corridas."
 
"No simulador, trabalhamos em muitos elementos diferentes, olhando ambos os circuitos de Silverstone e Barcelona, incluindo o novo mapeamento de motor e novos componentes que esperamos usar neste fim de semana. A razão pela qual usamos a pista de Barcelona é pelo fato de ela ser a base de todo o nosso trabalho. Sempre usamos esta pista quando tentamos algo novo."
 
Apesar de não ter bons resultados na corrida inglesa, Massa aprecia bastante o lendário circuito inglês e diz ainda não saber se as mudanças estruturais dos boxes afetará de forma tão significante a estrategia.
 
"Gosto de ir para Silverstone, que conheço bem, mas neste ano será totalmente diferente, pois eles mudaram o paddock para outra parte da pista. Teremos de aprender novos números de curvas para usar quando conversamos com os engenheiros. Levemente, afetará a estrategia, pois, dependendo do tamanho do pit lane, pode alterar o tempo geral de um pit stop", conta.
 
"Analisamos isso no simulador, mas precisamos experimentar de verdade na sexta-feira. Silverstone é muito famoso e a corrida da Inglaterra é sempre um compromisso importante do calendário. Possui uma atmosfera única, sempre com uma torcida enorme e feliz, que ama corridas. É sempre um prazer ver as arquibancadas lotadas e, mesmo não sendo britânico, me sinto motivado e bem lá", analisa.
 
Os últimos resultados, ao menos, enchem o brasileiro de esperança: "A pergunta importante é sobre como a 150º Italia se comportará. É verdade que as últimas três pistas se adaptaram bem a nós, mas espero voltar a andar bem aqui graças aos desenvolvimentos, mesmo achando que as outras equipes provavelmente farão o mesmo. Se formos competitivos aqui, ficará confirmado que reduzimos a desvantagem para as outras equipes."
 
Por fim, Massa espera que o carro se comporte bem com os pneus duros, que o fizeram sofrer na Espanha. "Vamos ver também nossa evolução com os pneus duros da Pirelli, que não usamos desde Barcelona. Também teremos o pneu macio, o que é uma boa coisa, pois teremos um composto que se adaptará bem na classificação e na maior parte da corrida. A não ser que tenhamos uma temperatura bem inglesa, com chuva. Mas também não incomodará, pois fomos rápidos nestas condições em Montreal."

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP da Grã-Bretanha
Pista Silverstone
Pilotos Felipe Massa
Tipo de artigo Últimas notícias