McLaren ignora punições seguidas e defende Magnussen

Eric Boullier pediu para o dinamarquês manter o ritmo agressivo de pilotagem nas próximas semanas

Magnussen recebeu o apoio da direção da McLaren, após ser punido mais uma vez
Duas punições seguidas, e um ponto de interrogação no estilo de pilotagem de Kevin Magnussen. O piloto da McLaren sofreu com os comissários de prova em Spa-Francorchamps e Monza, mas recebeu mais um voto de confiança da escuderia. Nesta terça-feira, Eric Boullier saiu em defesa do representante da equipe britânica.
 
[publicidade] Em entrevista concedida, o diretor de corridas da McLaren classificou a ação da direção de prova de Monza como injusta e pediu para o dinamarquês manter o estilo agressivo para as próximas etapas.
 
“Penso que a penalização em Spa foi merecida, para ser honesto. Mas não vejo a mesma situação em Monza. Ele foi lamentavelmente punido, mas nós acreditamos que foi uma manobra normal e de legítima defesa”, defendeu Boullier.
 
Na Bélgica, Magnussen ‘fechou a porta’ de Fernando Alonso e obrigou o ferrarista a sair da pista; tal ação acabou punida. Já na Itália, o dinamarquês obrigou Valtteri Bottas a usar a área fora do traçado, após o finlandês tentar a ultrapassagem.
 
A maneira agressiva de Magnussen agrada aos diretores da McLaren, como o próprio Boullier afirma. O diretor quer tornar o piloto um competidor ainda mais confiante nas próximas semanas.
 
“Não acredito que ele precisa mudar seu estilo. Spa já foi, Monza para nós foi injusto. Penso que ele precisa aumentar ainda mais sua confiança fazendo o que faz”, completou.
 

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias