McLaren precisa mudar para voltar a vencer, diz chefe

Eric Boullier acha que time focou demais em engenharia e deixou as corridas de lado nos últimos anos

Sem vencer um título desde 2008, quando Lewis Hamilton foi campeão entre os pilotos e a Ferrari levou o Mundial de Construtores, a McLaren precisa se reinventar para voltar aos títulos. É o que defende o chefe do time, Eric Boullier.

Para o comandante, a McLaren precisa se adaptar aos novos tempos da Fórmula 1. “Não há mais testes, temos mais e mais restrições ao uso do túnel de vento, e em outras áreas. Do ponto de vista de recuperação [após um início de ano ruim] temos menos capacidade – não em termos internos da equipe, mas do que pode-se fazer. E isso é algo que talvez tenha sido esquecido ou não tenha sido levado em consideração quando optamos por alguns carros arriscados. É uma mudança de estratégia: a maneira como você constrói novos carros, como introduz novos conceitos, tudo tem de ser revisto.”

Atualmente, o time é apenas o quinto colocado entre as equipes, com quase 200 pontos a menos que a líder Mercedes.

“A McLaren tem feito a mesma coisa por muito tempo – talvez tempo demais. Agora precisa mudar um pouco. Uso as palavras de Ron [Dennis], que disse que a equipe se tornou mais um time de engenharia do que de corrida. Perdemos flexibilidade e talvez também a habilidade de olhar para fora”, avaliou o chefe.

“É um esporte muito competitivo, então devemos sempre monitorar o que os outros estão fazendo. E se alguém é melhor que você, é preciso entender o porquê ao invés de olhar para o próprio umbigo e esperar que melhoremos um dia.”

Boullier, que chegou nesta temporada, acredita que uma mudança drástica no setor de aerodinâmica da equipe e também no comando, podem fazer com que a equipe evolua. “Esse é o primeiro passo. Depois vamos tentar vencer corridas e campeonatos.”
 

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias