McLaren vira o jogo e Hamilton vence GP da Alemanha

Com grande largada e pilotagem agressiva, inglês supera rivais na pista; Massa perde quarta posição para Vettel nos pits na volta final

Lewis Hamilton, soberano em Nürburgring

Depois de um fim de semana amargo em Silverstone, Lewis Hamilton jamais imaginaria que, duas semanas depois, estaria no lugar mais alto do pódio.

O inglês da McLaren foi o grande nome do GP da Alemanha, tomando a ponta na largada e sustentando sua posição a qualquer custo dentro da pista, disputando diretamente com seus principais concorrentes, Mark Webber e Fernando Alonso.
 
>> >> >> >> >> >> >> >> >> >>
Ao largar em segundo, Hamilton tracionou melhor e contornou a primeira curva na frente. Na 13ª volta, errou a curva e chegou a ser brevemente ultrapassado por Webber, com Alonso na cola dos dois.
 
O inglês só perdeu a posição durante as paradas, chegando até a ser superado por Alonso nos boxes, mas tomando a posição curvas após a saída dos pits. A partir de então, Hamilton abriu uma pequena diferença para Alonso e foi sustentando-a até a bandeirada.
 
A seis voltas do fim, no entanto, Alonso tentou uma jogada típica do truco: uma volta após Hamilton parar e perder tempo, o asturiano arriscou, deixou a equipe esperando e ficou uma volta a mais para tirar vantagem. No entanto, o blefe não deu certo e o antigo rival voltou na ponta.
 
A Alonso restou o segundo lugar, outro bom resultado após a vitória em Silverstone, com Webber, assim como na Inglaterra, não conseguindo acompanhar o ritmo dos dois e terminando em terceiro, completando o pódio.
 
Já a grande disputa do fim da corrida ficou por conta de Felipe Massa e Sebastian Vettel. O alemão, com perda de rendimento desde as primeiras voltas, caiu logo cedo para quarto, e perdeu a posição para Massa nos boxes. O brasileiro da Ferrari e o atual campeão, da Red Bull, duelaram até as voltas finais.
 
Os dois, inclusive, atrasaram até a última volta para colocarem os pneus médios, como manda o regulamento. E foi neste momento que Vettel levou a melhor sobre o brasileiro, tomando a quarta posição e relegando Massa a quinto. Adrian Sutil (Force India), Nico Rosberg (Mercedes), Michael Schumacher (Mercedes), Kamui Kobayashi (Sauber) e Vitaly Petrov (Renault), completaram os pontos.
 
Rubens Barrichello, por sua vez, foi o segundo piloto da pista a abandonar, após 19 voltas completadas, com um problema de motor no seu Williams, assim como Jenson Button, da McLaren, que teve problemas hidráulicos. A próxima etapa acontece daqui uma semana, no circuito de Hungaroring, na Hungria.
 
Resultado final:
 

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Pilotos Mark Webber , Lewis Hamilton
Tipo de artigo Últimas notícias