Médico da Fórmula 1, Gary Hartstein reclama em demasia da FIA

O médico-chefe da Federação Internacional de Automobilismo revelou toda sua raiva hoje contra a entidade em seu twitter

Hartstein foi mandado embora no fim de novembro, mas até hoje não sabe o real motivo da não renovação de seu contrato, que já perdurava por sete anos.

Na época Hartstein disse que não queria saber sobre o caso, mas hoje "soltou os cachorros para cima da instituição".

"Demorou um tempo, mas eu estou muito chateado com o que aconteceu", escreveu Hartstein. “Poderia lançar uma cruzada para obter algumas respostas, buscar a merda do meu emprego de volta ou falar o que realmente está acontecendo com o lado médico da FIA”, disse, furioso. “Não estou amargurado ou triste. Estou seriamente irritado. E isso é ruim", disse. "Não tenho certeza de como ou quando, mas há nuvens escuras ao redor. E isso vai dar uma grande explosão”, completou.

 

Mais tranquilo momentos depois, retornou e disse que irá twittar de forma mais tranquila agora depois do desabafo.

Assim que Sid Watkins saiu do cargo da FIA, Gary Hartstein, seu ajudante na época, assumiu o posto.

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias