Melhor do dia, Alonso teme que rivais estejam escondendo o jogo

Espanhol adota cautela lembra de Mônaco, quando também liderou na sexta-feira, mas reconhece que a Ferrari melhorou

Alonso foi o melhor nos treinos livres para o GP do Canadá

Com a memória de Mônaco viva na cabeça, quando fez o melhor tempo na sexta-feira e largou apenas em quarto, Fernando Alonso preferiu manter os pés no chão após ser o mais rápido nos primeiros treinos para o GP do Canadá.

“Foi uma boa sexta-feira para nós, com ambos os carros constantemente entre os cinco primeiros, e isso não acontece sempre. Mas também parecia bom em Mônaco, até sábado de manhã, e Vettel colocou um segundo na classificação. Veremos amanhã se podemos largar entre os primeiros. Vamos um pouco melhor, mas os rivais são muito fortes”, afirmou o espanhol citando Red Bull, McLaren e Mercedes.

Alonso, no entanto, afirmou que a chuva pode mudar a história do final de semana.

“É só sexta-feira e não temos ideia de onde estão nossos rivais. Fizemos nosso programa de comparação de pneus e de peças aerodinâmicas, testando dois tipos de asas. Com a chuva quase certa para domingo e a possibilidade para amanhã, hoje é só treino.”

O espanhol classificou de “casualidade” os diversos acidentes que marcaram a sexta-feira no Canadá e atribuiu à combinação pneus/pista a culpa por tantas escapadas.

“Os acidentes aconteceram quando os pneus estavam bastante desgastado, tanto no último treino, quanto no caso de Vettel pela manhã, que estava num stint de 12 voltas, me parece. Pode ser uma combinação dos pneus deste ano, que se vão de repente e parece que você está guiando no gelo e este circuito, que tem seus desafios e o muro está muito perto, se você passa um pouco da zebra, bate. Tem que estar atento a isso no domingo, principalmente se chover.”

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP do Canadá
Pilotos Fernando Alonso
Tipo de artigo Últimas notícias