Mercedes aposta na continuidade para embalar em 2011

Depois de decepcionar no ano passado, quando foi apenas quarta colocada no mundial, a equipe alemã espera crescer em seu segundo ano

O chefe da equipe, Ross Brawn, espera colher os frutos do segundo ano de parceria com a montadora alemã, Michael Schumacher e Nico Rosberg. Somado a isso, o fato do time ter acumulado mais de 5.700 km durante os 15 dias de testes, o equivalente a mais de 18 grandes prêmios na preparação para o início da temporada, faz com que o dirigente esteja confiante.

“Nosso programa de testes foi o melhor possível. Contudo, como sempre, a primeira corrida vai dar a medida real de onde estamos em termos de competitividade. Nossa habilidade de reagir melhorou muito nos últimos 12 meses e temos um plano de desenvolvimento robusto para esta temporada”, avisou, por meio da assessoria de imprensa da Mercedes.

O chefe de equipe, considerado um dos grandes estrategistas da Fórmula 1, considera que o desgaste dos pneus Pirelli, a asa traseira móvel e o Kers darão muita emoção às corridas.

“Acredito que podemos esperar uma temporada muito estusiasmante em 2011. A luta estratégica será fascinante com os pneus Pirelli, combinada com a nova asa traseira móvel e a volta do Kers, o que aumentará os desafios para times e equipes e, tomara, trará muita ação para os fãs.” 

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP da Austrália
Tipo de artigo Últimas notícias