Mercedes espera que maus resultados deem trégua na Índia

Sem pontuar nas últimas duas provas, equipe busca frear a aproximação da Sauber no Mundial de Construtores

Mesmo tendo um bom retrospecto no Buddh Circuit – Michael Schumacher foi quinto e Nico Rosberg, sexto, em 2011 – a Mercedes não faz previsões para a corrida deste ano.

Sem pontuar nas últimas duas provas e vendo a aproximação da Sauber no Mundial de Construtores, a equipe só espera mais sorte na corrida do dia 28. “A estreia da Fórmula 1 na Índia ano passado certamente foi um sucesso”, lembra Schumacher. “Havia um surpreendente número de fãs durante o final de semana, e a pista em si é muito legal. Depois de duas corridas que não foram totalmente satisfatórias, naturalmente desejamos uma tendência mais positiva, e posso dizer que todos na equipe estão se empenhando”.

Rosberg, que havia completado todas as provas do campeonato até sofrer dois acidentes seguidos em largadas, só pede que a maré de azar o abandone. “A pista tem uma das maiores velocidades médias e é boa para ultrapassar. Espero ter um pouco mais de sorte do que nas últimas corridas e terei a chance de conseguir um bom resultado”.

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP da Índia
Pilotos Michael Schumacher , Nico Rosberg
Tipo de artigo Últimas notícias