Mercedes "tem muito trabalho a fazer", admite Norbert Haug

Dirigente da empresa alemã não está satisfeito com as três corridas fora dos pontos, mas o chefe Ross Brawn relativiza

Sem pontuar nas últimas três corridas, a Mercedes reconhece que perdeu terreno em relação aos rivais nesta segunda metade da temporada. A equipe, que chegou a vencer de forma dominante uma prova, na terceira etapa, agora não vem conseguindo sequer se classificar entre os 10 primeiros. Tanto que o vice-presidente de automobilismo da empresa alemã, Norbert Haug, foi enfático ao dizer que todos sabem que o time “tem muito trabalho pela frente”.

“Michael abandonou com um problema de câmbio a cinco voltas do final. O carro de Nico não tinha velocidade para marcar pontos depois de largar em décimo”, explicou Haug. “Temos muito trabalho a fazer e todos no time sabem muito bem disso”.

Já o chefe da equipe, Ross Brawn, relativizou a situação. Para o britânico, a situação parece mais grave do que é devido à alta competitividade da temporada. “Estamos correndo com um grid muito apertado, em que alguns décimos de segundo em tempo de volta fazem uma diferença significativa. No momento, estamos do lado errado desses décimos preciosos, o que mais uma vez nos deixou fora da zona de pontos”.

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Pilotos Michael Schumacher , Nico Rosberg
Tipo de artigo Últimas notícias