Mercedes tem prova desastrada e Rosberg, 8º, reclama de Pérez

Para alemão, a regra é clara e Pérez mudou de traçado mais de uma vez ao se defender. Hamilton abandonou

Para Lewis Hamilton, a prova acabou logo nas primeiras voltas, em decorrência de um toque em Sebastian Vettel logo na largada. Já Rosberg sofreu um drive-through por um erro da equipe nos boxes e conseguiu apenas o 8º lugar. Assim, o saldo da Mercedes no Japão foi de 4 pontos, muito menos do que os alemães imaginavam antes da corrida.

“Fiz um bom começo hoje e estava em uma posição forte até o meu primeiro pit stop”, disse que Rosberg que era virtualmente o quarto colocado, quando sua equipe o liberou cedo demais na hora deixar o box e ele quase atingiu o carro de Sergio Pérez. “Infelizmente teve este incidente, o que me custou algumas posições. Vamos analisar internamente o que deu errado”, observou.

Após o drive-through, Rosberg decidiu mudar a estratégia para 3 paradas e reclamou da luta com Sergio Pérez na pista. Para o alemão, o piloto da McLaren mudou mais de uma vez de traçado para defender a posição. “Após a punição, mudamos para uma estratégia de três paradas e que funcionou tão bem quanto podia para nós. Fui capaz de fazer ultrapassagens, mas não gostei da forma como Perez se defendeu. As regras são claras: você pode defender uma vez e fechar a porta, mas você não pode mudar de lado novamente”, argumentou.

Pérez superado, Rosberg passou Massa e foi para cime de Gutierrez. Chegou colado no mexicano, mas não conseguiu ultrapassá-lo. “Foi muito difícil superar a Sauber no fim e, devido ao nosso potencial, não dá pra ficar contente com o 8º lugar”, concluiu.

Já Hamilton largou bem e chegou a ultrapassar Sebastian Vettel, mas acabou tocado pelo alemão, o que furou seu pneu traseiro. Após rodar uma volta inteira sem pneu e entrar nos boxes, Hamilton teve de abandonar. “Eu tive um começo fantástico, melhor do que as duas Red Bull pela primeira vez no ano. Mas Mark foi para a direita, então eu tive que mudar também, o que fez com Sebastian ficasse imprensado entre mim e Romain. Aí, sua asa dianteira cortou meu pneu traseiro e foi isso. Não foi culpa dele. Apenas uma daquelas coisas que não era para ser. Sinto muito pela equipe. Os caras aqui e na fábrica trabalham muito e não fomos recompensados. Mas ainda acredito que um segundo lugar nos construtores está ao nosso alcance, só precisamos de mais sorte”, comentou Hamilton.

Agora, a Mercedes está na terceira colocação no campeonato, com 277 pontos. Vinte a menos que a Ferrari.

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP do Japão
Pilotos Lewis Hamilton , Nico Rosberg
Tipo de artigo Últimas notícias