Merhi: "só soube que não correria ao chegar a Cingapura"

Roberto Merhi disse que só ficou sabendo que havia sido substituído na Manor quando seu avião pousou em Cingapura para o GP

 O espanhol dirigiu pela equipe desde o começo da temporada, mas disputará somente duas das sete provas restantes do campeonato. A Manor assinou um contrato com o americano Alexander Rossi para ocupar o seu assento nas outras cinco corridas.

Ao mesmo tempo em que confessou ter ficado decepcionado com a notícia, Merhi disse que o foco, agora, é se sair o melhor possível nas provas da Rússia e Abu Dhabi, na tentativa de assegurar um lugar para 2016:

“Eu voei para cá na segunda-feira e quando cheguei a equipe me deu a notícia que eu não correria, e que Rossi me substituiria por cinco corridas. Para o próximo ano, eu ainda não sei. Nós estamos procurando por um lugar na F1. Tentaremos achar a melhor opção possível”, disse.

Apesar de ter contado que continuaria correndo pela equipe, Merhi foi claro em mostrar a sua gratidão pela Manor por conceder a oportunidade de guiar um F1 pela primeira vez.

“Eu não sei o quanto vai durar, mas ao menos eu fiz 12 provas. Isso é muito bom para um piloto de F1, e eles me deram a chance de guiar o carro. Quero dizer 'obrigado'”, afirmou Merhi.

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP de Cingapura
Pista Singapore Street Circuit
Pilotos Roberto Merhi
Equipes Manor Racing
Tipo de artigo Últimas notícias