Mesmo com melhor classificação da carreira, Kvyat se decepciona

Russo da Toro Rosso acredita que poderia ter conseguido mais do que o sétimo lugar no grid da Áustria

O russo Daniil Kvyat celebrou seu melhor resultado da carreira na Fórmula 1 com o sétimo lugar no grid do GP da Áustria. O novato, que tem andado bem por todo o final de semana, disse que se sente como se tivesse “encaixado um quebra-cabeça” para ir bem no Red Bull Ring.

“Só foi uma pena a bandeira amarela na curva 7 [causada por Lewis Hamilton] pois com isso não conseguimos explorar todo o potencial do carro”, lamentou o piloto da Toro Rosso. “Mas ainda assim largar em sétimo é bom. Realmente gosto desse circuito e espero que podemos ter uma forte corrida diante da família Red Bull.”

A classificação não foi tão boa do outro lado da garagem da Toro Rosso: com dificuldades de acerto, Jean-Eric Vergne larga apenas em 15º.

“Temos tido dificuldades com o acerto o dia todo e tive de lutar com um carro muito traseiro, o que dificulta fazer uma volta perfeita. É uma pena porque a equipe fez um trabalho muito bom e o carro certamente melhorou com as peças que trouxemos para esta prova.”

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias