Mesmo dominando, Hamilton vê tempos muito parelhos

Sessões apertadas e degradação dos pneus são os fatores ‘x’ da corrida do GP do Canadá. Companheiro Button teve problemas

Lewis Hamilton foi o mais rápido

O homem que fez o tempo mais rápido nas duas sessões de treinos livres para o grande Prêmio do Canadá, em Montreal, não está exatamente "tranquilo". Lewis Hamilton prevê que o fim de semana inteiro seja de muito equilíbrio e de poucos décimos separando cada piloto.

Para se ter uma noção da paridade, Hamilton liderou a primeira sessão por 0s118 e a segunda por somente 0s054.

"Foi um ótimo começo de fim de semana, estou muito feliz com isso. Também foi bom a chuva ter ficado afastada nas duas sessões de hoje", disse o inglês, que comentou que todos estão andando muito próximos. "Foi extremamente apertado, todos estão rápidos. Tenho certeza de que será uma corrida muito parelha", revelou após o treino livre.

A grande chave para a corrida de Montreal, no Canadá, será na gestão dos pneus, comentou o inglês. Para ele, a diferença entre um composto e outro não é muita, mas sua durabilidade na pista da Ilha de Notre-Dame não é alta.

"Eu prefiro o duro, mas não há uma grande diferença entre eles. A distância gira em torno de 0s3 ou 0s4", disse Hamilton, que completou: "A primeira volta era um pouco complicada. Você melhorava com o passar do tempo, mas acho que amanhã a pista estará um pouco mais quente e não deveremos encontrar problemas. A degradação dos pneus será bem dura. Todos estão andando em um bom ritmo e parece que a Ferrari tem uma degradação de pneus menor. Essa poderá ser uma prova de somente uma parada como aconteceu em Mônaco. Será interessante", apontou.

Já seu companheiro, Jenson Button, teve um dia bastante diferente. O inglês perdeu mais de uma hora da segunda sessão devido a um vazamento de óleo na caixa de câmbio. A McLaren efetuou duas trocas até que o atual vencedor do GP do Canadá pudesse ir à pista. “Não foi uma sexta-feira perfeita, mas já tive piores. Temos de ver agora como o carro está mas acho que ainda podemos ter um bom final de semana. O carro está rápido e Lewis fez um grande trabalho, então não estou preocupado”, garantiu o piloto, que marcou dois pontos nas últimas três provas.

“É uma coisa que demora muito tempo, então acabamos indo à pista com 20 ou 15 minutos para terminar. Os caras trabalharam direto o dia todo. Agora temos alguns dados de hoje com os quais podemos trabalhar e melhorar para amanhã. Não deu para fazer nenhum trabalho muito combustível e também de acerto.”

Button revelou que a pressa de ir à pista era tão grande que a equipe sequer teve tempo de checar se o carro está em perfeitas condições.

“Quando você muda a caixa de câmbio, precisa se certificar de que tudo está funcionando bem, se tudo está apontando para o mesmo lugar e obviamente não fizemos isso, porque queríamos ir rapidamente para a pista.” 

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP do Canadá
Pilotos Jenson Button , Lewis Hamilton
Tipo de artigo Últimas notícias